Movimento do Encontro Matrimonial PDF Imprimir E-mail

 

O Encontro Matrimonial iniciou-se na Espanha em 1952, quando o Pé. Gabriel Garcia Calvo, que trabalhava com jovens, percebeu que os que eram equilibrados e firmes de caráter possuíam.em suas casas um ambiente tranqüilo, onde os pais tinham uma boa comunicação entre si e demonstravam muito amor um pelo outro. Observou também que o contrário era verdadeiro. Então começou a trabalhar com os pais dos jovens, pois viu que uma boa comunicação entre marido e mulher causava efeitos positivos nos filhos.

As palestras que dirigia aos casais tinham como foco um relacionamento aberto e honesto e cada palestra terminava com uma pergunta destinada a encorajar o casal a questionar a maneira como estava vivendo *o seu próprio relacionamento.

Com dez anos deste trabalho, e vendo os resultados que estava alcançando, Pé. Calvo apresentou suas palestras em um retiro de Fim de Semana para 28 casais na cidade de Barcelona e essa idéia espalhou-se rapidamente através da Espanha, surgindo então o Encontro Conjugal. Quatro anos mais tarde, em 1966, Pé. Calvo levou suas experiências à Confederação Internacional do Movimento Familiar Cristão nos Estados Unidos e a partir daí foram sendo implantados na área de Nova York os Finais de Semana do Marriage Encounter ou Encontro Matrimonial.

Ainda nos Estados Unidos, com o apoio do Pé. Chuck Gallagher, foi desenvolvido um roteiro para os Finais De Semana e por volta de 1971 foi iniciada a expansão internacional, que prossegue até hoje já tendo atingido 90 países

O Encontro Matrimonial Mundial chegou ao Brasil em 1975, graças ao dinamismo e empenho do Pé. Jack Kennington e a disponibilidade missionária de casais norte-americanos que vieram dar o primeiro Fim de semana em Itaici-SP. No Brasil recebeu o nome de Encontro do Diálogo, lembrando a técnica apresentada no fim de semana, e a partir de 2003 o nome original do movimento foi adotado no Brasil, colocando-nos em unidade com os demais países. Em 2005 por solicitação da Coordenação Mundial foi adicionado o ''Mundial'' ao nome, passando então a ser denominado "Encontro Matrimonial Mundial".

Atualmente, no Brasil, realizam-se finais de semana regularmente nas dioceses, de Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Manaus, Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Guarulhos, Jundiaí, Santos, Florianópolis, Porto Alegre, Joinville, Ponta Grossa, Londrina e Curitiba. Além dessas cidades há um grande esforço missionário para realizar novas expansões, ou seja levar. o Encontro Matrimonial Mundial a outras Dioceses do país. A arquidiocese de Niterói está no momento trabalhando para levar o movimento para as Dioceses de Leopoldina-MG e de Campos-RJ.

Nós fomos expansão do Rio de Janeiro até fevereiro de 2004, quando Dom Alano Maria nos acolheu como movimento arquidiocesano. Aproximadamente 600 casais das cidades de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Tânguá, Cabo Frio, Araruama, São Pedro da Aldeia e Arraial do Cabo, já vivenciaram a experiência.